Sesc RJ, Dentil/Praia Clube, Itambé/Minas e Sesi Vôlei Bauru estão na Fase Final

Publicado em: 21/01/2020 22:36
?20200225130410
Itambé/Minas segue na luta pelo bicampeonato (Créditos: Orlando Bento/MTC )

A Copa Brasil feminina de vôlei 2020 já tem os semifinalistas definidos. Na noite desta terça-feira (21.01), Sesc RJ, Dentil/Praia Clube (MG), Itambé/Minas (MG) e Sesi Vôlei Bauru (SP) se garantiram na Fase Final da competição, que será realizada em Jaraguá do Sul (SP), ao vencerem seus compromissos pela rodada de classificação do campeonato.

A Copa Brasil reúne os oito times mais bem classificados no primeiro turno da Superliga 2019/2020 e coloca frente a frente os adversários se enfrentando em cruzamento olímpico, com os quatro primeiros tendo a vantagem de jogar em casa nesta primeira rodada.

A fase final da competição será disputada nos dias 31 de janeiro e 1º de fevereiro, em Jaraguá do Sul (SC). As semifinais terão os seguintes confrontos: Sesc RJ x Sesi Vôlei Bauru, às 19h30, e Itambé/Minas (MG) x Dentil/Praia Clube (MG), às 21h30 – ambos com transmissão do SporTV 2.

O Itambé/Minas foi a primeira equipe a garantir um lugar entre os quatro melhores da competição ao superar o Fluminense (RJ) por 3 sets a 1 (25/10, 25/16, 24/26 e 25/15), na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG).

Após o jogo, o técnico Nicola Negro, do Itambé/Minas, destacou o aproveitamento da defesa da equipe mineira contra o grupo carioca.

“O time está de parabéns. Hoje, trabalhamos muito bem o ataque e o bloqueio. Só o passe, no terceiro set, que faltou um pouco de qualidade e acabou permitindo que o Fluminense fizesse o seu jogo. Mas sabemos que o Fluminense não é um time fácil de se enfrentar e, por isso, nos preparamos muito para encarar eles. Hoje, o nosso time está de parabéns”, analisou o treinador minastenista.

Outra equipe mineira na competição, o Dentil/Praia Clube também se classificou para a fase final com uma vitória em quatro sets sobre o São Paulo/Barueri (SP) com parciais de 25/16, 25/23, 23/25 e 29/27, no ginásio do Praia, em Uberlândia (MG).

O treinador do Dentil/Praia Clube, Paulo Coco, fez uma análise da partida e falou sobre o duelo contra o time de Barueri (SP).

“Esperávamos um jogo difícil. O São Paulo/Barueri jogou sem responsabilidade, mas nós também contribuímos a partir do segundo set. Fizemos um primeiro set constante e, a partir do segundo set, nosso sistema de recepção caiu muito assim como o nosso ataque, mas o importante foi a vitória”, explicou Paulo Coco.

Equipe de melhor campanha no turno da Superliga, o Sesc RJ jogou em casa e superou o Pinheiros (SP) em um equilibrado duelo. O time carioca levou a melhor sobre a equipe da capital paulista por 3 sets a 2 (25/19, 23/25, 25/19, 22/25 e 15/12), no ginásio do Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ).

A central Milka comemorou a vitória, mas reconheceu a boa atuação do Pinheiros no duelo contra o Sesc RJ.

“Pinheiros é uma equipe jogueira, a gente já sabia que não poderia errar como erramos. Muitos saques desperdiçados, muitos momentos decisivos em que poderíamos ter feito a diferença e não fizemos. Isso fez elas crescerem e complicarem bem o jogo. Temos muito o que melhorar e vamos trabalhar para chegar melhores em nossa próxima partida, pela Superliga”, analisou Milka.

O Sesi Vôlei Bauru foi a única equipe visitante a garantir uma vaga na fase final. O time de Bauru foi até Osasco (SP) e passou pelo Osasco-Audax (SP) por 3 sets a 1 (25/22, 25/18, 23/25 e 25/22), no ginásio José LIberatti, em Osasco (SP).

O treinador do Sesi Vôlei Bauru, Anderson, destacou a união do grupo bauruense contra o Osasco-Audax.

 “Hoje o time jogou como uma equipe. Jogou todo mundo junto. Os altos e baixos ainda acontecem, mas, no geral, jogamos bem. Tivemos garra e determinação. O time todo está de parabéns. Vamos voltar com foco na Superliga, e nos preparar para a semifinal da Copa Brasil”, afirmou Anderson.

A Copa Brasil voltou a ser disputada em 2014, e está será a sétima edição seguida. Na última edição, os campeões foram Itambé/Minas (MG) no feminino, e Sada Cruzeiro (MG) no masculino.

TABELA COPA BRASIL 2019

Fase classificatória

21.01 (TERÇA-FEIRA) – Sesc RJ 3 x 2 Pinheiros (SP), às 19h30, no ginásio do Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ) – Canal Vôlei Brasil (25/19, 23/25, 25/19, 22/25 e 15/12)

21.01 (TERÇA-FEIRA) – Dentil/Praia Clube (MG) 3 x 1 São Paulo/Barueri (SP), às 19h30, no ginásio do Praia, em Uberlândia (MG) – Canal Vôlei Brasil (25/16, 25/23, 23/25 e 29/27)

21.01 (TERÇA-FEIRA) – Itambé/Minas (MG) 3 x 1 Fluminense (RJ), às 20h, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) – Canal Vôlei Brasil (25/10, 25/16, 24/26 e 25/15)

21.01 (TERÇA-FEIRA) – Osasco-Audax (SP) 1 x 3 Sesi Vôlei Bauru (SP), às 20hs, no José Liberatti, em Osasco (SP) – Canal Vôlei Brasil (22/25, 18/25, 25/23 e 22/25)

Semifinal

31.01 (SEXTA-FEIRA) – Sesc RJ x Sesi Vôlei Bauru (SP), às 19h30, na Arena Jaraguá, em Jaraguá do Sul (SC) – SporTV 2

31.01 (SEXTA-FEIRA) – Dentil/Praia Clube (MG) x Itambé/Minas (MG), às 21h30, na Arena Jaraguá, em Jaraguá do Sul (SC) – SporTV 2

Final

01.02 (SÁBADO) – Vencedor do jogo 5 x Vencedor do jogo 6, às 21h30, na Arena Jaraguá, em Jaraguá do Sul (SC) – SporTV 2

TODOS OS CAMPEÕES DA COPA BRASIL:

FEMININO:   

2007 - Rexona-Ades (RJ), em Brusque (SC)
2008 - Finasa/Osasco (SP), em Curitiba (PR)
2014 - Molico/Nestlé (SP), em Maringá (PR)
2015 - E.C Pinheiros (SP), em Cuiabá (MT)
2016 - Sesc-RJ, em Campinas (SP)
2017 - Sesc-RJ, em Campinas (SP)
2018 - Vôlei Nestlé, em Lages (SC)
2019 – Itambé/Minas, em Gramado (RS)

MASCULINO:

2007 – Cimed EC (SC), em Joinville (SC)
2014 - Sada Cruzeiro (MG), em Maringá (PR)
2015 - EMS Taubaté Funvic (SP), em Campinas (SP)
2016 - Sada Cruzeiro (MG), em Campinas (SP)
2017 - EMS Taubaté Funvic (SP), em Campinas (SP)
2018 - Sada Cruzeiro (MG), em São Paulo (SP)
2019 – Sada Cruzeiro (MG), em Lages (SC)

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro


Parceiros Oficiais