Retorno de atletas consagradas é uma das atrações da decisão

Publicado em: 28/10/2019 15:24
Itambé/Minas conta com duas bicampeãs olímpicas no elenco (Créditos: Mateus Gonçalves )

A Supercopa colocará frente a frente dois tradicionais clubes mineiros que contam nos elencos com jogadoras que participaram da conquista da primeira medalha de ouro olímpica do Brasil no vôlei de quadra do feminino - Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008. O Dentil/Praia Clube (MG) teve como um dos reforços para essa temporada o retorno da central Walewska. No Itambé/Minas (MG), a oposta Sheilla foi uma das principais contratações e voltou a defender o time de Belo Horizonte (MG) depois de um longo período.

A Supercopa promove o duelo entre os atuais campeões da Superliga e da Copa Brasil. Como o Itambé/Minas é o campeão de ambas competições, o adversário da Supercopa será o Dentil/Praia Clube, que disputou as duas decisões contra o time de Belo Horizonte (MG). A final será na próxima sexta-feira (01.11), às 21h30, no ginásio do Sabiazinho, em Uberlândia (MG). O SporTV 2 transmitirá ao vivo.

A central Walewska jogou pela última vez pelo Dentil/Praia Clube em torneios oficiais na temporada 17/18. Na ocasião, o time de Uberlândia (MG) conquistou o primeiro título da Superliga e teve a central como capitã. Depois de um ano no Osasco-Audax (SP), Walewska retornou para a equipe mineira e mostrou motivação com o novo momento.

“Minha identificação com o projeto do Dentil/Praia Clube foi imediata. Estou na quarta temporada defendendo um projeto que se aperfeiçoou a cada ano. É uma equipe que busca novos desafios e conquistas e foi muito bom acompanhar o crescimento ao longo dessas temporadas que estive presente. No meu retorno sinto que a busca não parou por aqui. O projeto e nós jogadoras queremos mais”, afirmou Walewska, que também falou sobre os objetivos dessa temporada em competições como a Supercopa.

“Estamos construindo uma nova história para a temporada 19/20. O Dentil/Praia Clube tem uma base forte e a cada ano busca reforços. Sabemos da nossa responsabilidade em representar e retribuir ao projeto toda a dedicação envolvida. Temos que pensar grande”, disse Walewska.

No Itambé/Minas, a oposta Sheilla escolheu o clube mineiro para retornar ao voleibol depois de um período de inatividade no qual se dedicou a maternidade. A atacante comentou sobre a nova fase e falou da expectativa para a Supercopa.

“Estou muito feliz porque a temporada realmente começa com a Supercopa. Vai ser um jogo difícil e será muito importante para a construção do nosso time. Vivo um momento de muita alegria por estar de volta ao vôlei e ao Itambé/Minas. Teremos várias competições essa temporada e a nossa equipe está preparada para os desafios”, disse Sheilla.

Outra campeã olímpica de 2008 que estará em quadra na Supercopa pelo Itambé/Minas é a central Thaisa. A atacante retorna ao time mineiro nessa temporada. Ela jogou pela última vez pelo time de Belo Horizonte (MG) em 2005.

Os ingressos estão sendo vendidos no site Ingresso Rápido (www.ingressorapido.com.br).

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro


Parceiros Oficiais