Sesi-SP vence o Vôlei Renata diante de cerca de 4.500 torcedores

Publicado em: 08/02/2019 20:44
Jogadores do Sesi-SP comemoram ponto na vitória sobre o Vôlei Renata (Créditos: Divulgação/Sesi-SP)

Uma partida equilibrada abrilhantou a noite desta sexta-feira (08.02), quando Sesi-SP e Vôlei Renata (SP) se enfrentaram na Arena Suzano, na cidade do interior paulista, para um público de cerca de 4.500 pessoas. Depois de uma disputa de alto nível, o time dirigido pelo técnico Rubinho venceu por 3 sets a 2, em equilibradas parciais de 26/28, 25/21, 28/26, 22/24 e 16/14. A partida foi válida pela quinta rodada do returno da Superliga Cimed masculina de vôlei 18/19.

A iniciativa de alterar o local da partida do Sesi Vila Leopoldina, onde normalmente acontecem os jogos do time, para a Arena Suzano partiu da diretoria – já que o mando de quadra era do Sesi-SP – com o objetivo de disseminar a prática esportiva entre crianças e adolescentes da região.

Dentro de quadra, o oposto Alan brilhou. O atacante do Sesi-SP marcou 30 pontos (27 de ataque e três de bloqueio), foi o maior pontuador do jogo e, ainda, o mais votado no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), sendo, assim, premiado com o Troféu VivaVôlei. Após o jogo, Alan elogiou todo o grupo.

“Hoje de fato conseguir ir bem, principalmente no ataque. Ajudei a equipe, mas todos jogaram bem nesta noite. O Vôlei Renata também está de parabéns pela bela partida, o oposto deles (Dani) também teve grande atuação e foi realmente um bom jogo. Uma partida onde os opostos se destacaram, mas todos merecem ser parabenizados. Bom resultado e agora vamos continuar nossa busca pela primeira colocação”, afirmou Alan.

O líbero Murilo viveu um momento especial ao disputar essa partida na cidade de Suzano, onde jogou há anos atrás. O experiente jogador relembrou alguns momentos do passado e fez questão de elogiar o nível da partida desta noite.

“Foi um belo jogo. Um clássico paulista aqui em Suzano, nessa arena nova e fiquei muito feliz de trazermos esse jogo para cá., A cidade tem muita tradição no voleibol e esse jogo reacende a chama da modalidade por aqui. Receber o carinho da torcida foi muito legal. Joguei aqui há quase 15 anos, muita gente nem lembra, e foi muito especial. Precisamos levar o vôlei onde o público gosta”, destacou Murilo.

Pelo lado do Vôlei Renata, destaque para o jovem oposto Dani. O jogador de 21 anos foi decisivo para a equipe de Campinas e terminou o jogo com 25 pontos, sendo o maior pontuador do grupo comandado pelo técnico Horacio Dileo.

“Nós perdemos nos nossos erros. Tie break é um set curto, onde não se pode errar. Foi no detalhe. Claro que os jogadores do Sesi-SP têm todos os méritos, mas qualquer detalhe faria a diferença, principalmente em se tratando de um quinto set de 16/14. Fato é que qualquer uma das duas equipes poderia ter saído com a vitória”, analisou Dani.

A quinta rodada do returno teve início na quinta-feira (07.02) com a vitória do EMS Taubaté Funvic (SP) sobre o Fiat/Minas (MG) por 3 sets a 2 e terá prosseguimento neste sábado (09.02) com outros quatro jogos.

O JOGO

A partida começou equilibrada, disputada ponto a ponto com as equipes empatadas em 3/3. No bloqueio de William, o Sesi-SP abriu dois de vantagem: 7/5. A vantagem aumentou um pouco mais em 9/6. O Vôlei Renata reagiu e chegou ao empate em 9 pontos. Na largadinha de Lipe, o time do Sesi-SP voltou a ter vantagem no marcador ao fazer 12/9. Alan aproveitou no contra-ataque e marcou 13/9. No erro do adversário, o Sesi-SP marcou 16/12. Barreto fez 20/16 para o time da Vila Leopoldina. O Vôlei Renata diminuiu a distância em 18/20. Na sequência, o Vôlei Renata ainda encostou em 20/21 e Rubinho pediu tempo. A equipe campineira seguiu embalada e, depois de grande defesa de Lukinha, pontuou e virou o jogo: 22/21. Com ponto de saque de Lipe, o Sesi-SP retomou o comando do marcador em 23/22. Muito equilíbrio na reta final de set (24/24). A disputa seguiu firme e o Vôlei Renata fechou em 28/26.

O Sesi-SP esteve em vantagem logo no começo da segunda parcial ao fazer 3/2. O time da Vila Leopoldina colocou dois de frente em 7/5 no contra-ataque de Lucas Lóh. Na sequência, o grupo dirigido pelo técnico Rubinho imprimiu seu ritmo e abriu 10/6. O Vôlei Renata, no entanto, reagiu e colou no placar em 11/12. A partir daí o set ganhou em equilíbrio. Dani colocou a equipe campineira mais uma vez encostada no marcador: 14/15. Alan bloqueou e o Sesi-SP abriu dois de vantagem na reta final: 20/18. Com mais um bloqueio, dessa vez com Barreto, 21/18. O Sesi-SP, então, seguiu melhor e venceu a segunda parcial por 25/21.

Mais uma vez o set teve disputa equilibrada logo no começo. Sesi-SP e Vôlei Renata estiveram empatados em 4/4. Com Alan pontuando bem, o time da Vila Leopoldina marcou 9/8. Na sequência, a equipe ainda abriu 11/8. Mais uma vez com o oposto Alan, 15/11. Com Renan explorando o bloqueio adversário, o Vôlei Renata reduziu a diferença para 13/15. Depois de boa defesa de Lukinha, Dani, explorando o bloqueio, colocou o time de Campinas colado no marcador (18/19) e, no lance seguinte, novamente com Dani, tudo igual: 19/19. O Vôlei Renata passou a ter a vantagem em 21/20. Com Lucas Lóh, o Sesi-SP retomou a dianteira em 22/21. No erro do adversário, o time da Vila Leopoldina chegou ao ponto do set (24/23) e o Sesi-SP fechou em 28/26.

Em uma combinação errada do adversário, o Sesi-SP teve um de vantagem no placar no início do quarto set: 4/3. Como nas parciais anteriores, muito equilíbrio e as equipes estiveram empatadas em 6/6. Com Temponi, o Vôlei Renata chegou a mais um empate (8/8). No bloqueio de Dani, mais uma vez tudo igual: 13/13. Mais uma vez com Dani, dessa vez no contra-ataque, o Vôlei Renata abriu dois de vantagem (15/13), forçando Rubinho a pedir tempo. O placar ainda foi a 17/13. O Sesi-SP reduziu a diferença em 16/18. Com o erro do adversário, o Vôlei Renata chegou a 21/18. Michel pontuou e fez 23/19 para o time de Campinas. Melhor no set, a equipe de Campinas venceu o set em 25/22 e levou a decisão para o tie break.

O Sesi-SP começou melhor no set decisivo e abriu 2/0. Com Éder, o placar foi a 4/2. O Vôlei Renata buscou e deixou tudo igual em 4/4. Mais uma vez com o central Éder, o Sesi-SP marcou 6/5. Quando as equipes trocaram de lado na quadra, o time da Vila Leopoldina tinha 8/5 no placar. Alan marcou 10/7 para a equipe do Sesi-SP. Com Renato duas vezes seguidas, o placar foi a 12/8. João Paulo Tavares colaborou e o Vôlei Renata aproximou no placar em 11/13. Neste momento, Rubinho pediu tempo. Dani fez 13/14 e, no bloqueio de Melqui, 14/14. O Sesi-SP, então, pontuou duas vezes e fechou em 16/14.

EQUIPES

SESI-SP – William, Alan, Éder, Barreto, Lipe e Lucas Lóh. Líbero – Murilo

Entraram – Evandro, Franco, Renato

Técnico: Rubinho

VÔLEI RENATA – Demián, Dani, Luizinho, Vini, Temponi e Renan. Líbero – Lukinha

Entraram – Paulinetti, João Paulo Tavares, Bello, Michel, Melqui

Técnico: Horacio Dileo

SUPERLIGA CIMED MASCULINA 18/19

Quinta rodada do returno

07.02 (QUINTA-FEIRA) – EMS Taubaté Funvic (SP) 3 x 2 Fiat/Minas (MG), às 20h, no Abaeté, em Taubaté (SP) (26/24, 22/25, 21/25, 25/20 e 15/13)

08.02 (SEXTA-FEIRA) – Sesi-SP 3 x 2 Vôlei Renata (SP), às 19h, na Arena Suzano, em Suzano (SP) (26/28, 25/21, 28/26, 22/25 e 16/14)

09.02 (SÁBADO) – São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão (SP) x Caramuru Vôlei (PR), às 17h, na Cava do Bosque, em Ribeirão Preto (SP)

09.02 (SÁBADO) – Vôlei UM Itapetininga (SP) x Copel Telecom Maringá Vôlei (PR), às 18h, no ginásio Ayrton Senna, em Itapetininga (SP)

09.02 (SÁBADO) – Sada Cruzeiro (MG) x Corinthians-Guarulhos (SP), às 18h30, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG) – SPORTV 2

09.02 (SÁBADO) – Sesc RJ x São Judas Voleibol (SP), às 19h, no ginásio do Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ)

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro


Parceiros Oficiais