Itambé Minas supera Osasco-Audax e garante lugar na final

Publicado em: 02/02/2019 00:20
Minas Tênis Clube está na final contra o Dentil/Praia Clube (Créditos: Carlos Borges )

O Itambé Minas (MG) é o segundo finalista da Copa Brasil feminina de vôlei 2019. Na noite (01.02) em que o Dentil/Praia Clube (MG) já havia garantido a primeira vaga na grande decisão, a equipe de Belo Horizonte (MG) carimbou seu passaporte ao passar pelo Osasco-Audax (SP), atual campeão, por 3 sets a 1 (25/21, 17/25, 25/22 e 25/16), no ginásio Perinão, em Gramado (RS).

A decisão pelo título, então, será mineira entre o Dentil/Praia Clube e o Itambé Minas. A partida acontecerá às 21h30 deste sábado (02.02), novamente no Perinão, com transmissão ao vivo do SporTV 2.

A ponteira Natália, do Minas Tênis Clube, foi a maior pontuadora do confronto, com 17 pontos. Ao final do duelo, a atacante comentou sobre o resultado e a classificação para final.

“O mais importante da partida de hoje é que conseguimos sair de algumas dificuldades, principalmente depois de um segundo set ruim. Alcançamos o nosso primeiro objetivo que era estar nessa final e vamos enfrentar um adversário difícil que é o Dentil/Praia Clube, na minha opinião um time muito regular. Vamos precisar jogar melhor do que hoje nessa final”, afirmou Natália.

Pelo lado do Osasco-Audax, a líbero Camila Brait lamentou as oportunidades perdidas no confronto.

“No primeiro set, jogamos com cinco ou seis pontos na frente e não podemos deixar virar como aconteceu. Isso já tinha ocorrido e precisamos corrigir. No segundo set sacamos muito bem e o resultado veio. Sabíamos que seria necessário sacar bem para tirar o passe do Minas, que tem atacantes eficientes. Lutamos, mas, infelizmente não deu”, afirmou Camila Brait.

O JOGO

O Osasco-Audax começou melhor e fez 6/3. Neste momento, o treinador Stefano Lavarini pediu tempo. O Itambé Minas cresceu de produção e encostou no marcador (11/9). Com um ponto de bloqueio, as mineiras diminuíram a vantagem para um ponto (11/10). O jogo ficou disputado ponto a ponto. Bem no saque, as mineiras fizeram 17/16. Depois de uma bola rápida da central Carol Gattaz, o time de BH abriu dois pontos (19/17) e o treinador Luizomar de  Moura pediu tempo. O Itambé Minas segurou uma reação do Osasco-Audax e venceu o primeiro set por 25/21.

O Osasco-Audax voltou melhor para o segundo set e fez 8/1. Bem no bloqueio e no saque, a equipe de Osasco abriu 10 pontos (13/3). As atuais campeãs seguiram dominando a segunda parcial e fizeram 18/9. Numa bola rápida da central Walewska, o time do treinador Luizomar de Moura manteve a vantagem no placar (20/11). O Osasco-Audax segurou uma reação do time mineiro e levou a melhor no segundo set por 25/17.

O Itambé Minas veio com uma postura diferente no terceiro set e fez 6/2. Neste momento, o treinador Luizomar de Moura pediu tempo. As mineiras sacavam com eficiência e dificultavam a recepção do Osasco-Audax. A ponteira Natália se destacava no ataque e no saque e a diferença no placar subiu para cinco pontos (18/13). O Itambé Minas foi melhor até o final e levou a melhor no terceiro set por 25/22.

O Osasco-Audax começou melhor no quarto set e fez 5/2. O Itambé Minas conseguiu três pontos seguidos e empatou a parcial (5/5). Bem no bloqueio, o time de Osasco abriu dois pontos (8/6). O Itambé Minas empatou novamente no nono ponto. Se aproveitando dos erros do time de Osasco, a equipe mineira abriu dois (11/9). A levantadora Macris conseguiu uma boa sequência de saques e a diferença no placar subiu para quatro pontos (16/12). O Itambé Minas foi melhor até o final e venceu o quarto set por 25/16 e o jogo por 3 sets a 1.

Histórico da Copa Brasil

Esta é a sexta edição da Copa Brasil. As duas primeiras edições, em 2007 e 2008, tiveram o Rexona-Ades (RJ) e Finasa/Osasco (SP) como campeões, respectivamente. O torneio voltou a ser disputado em 2014, e esta será a quinta edição consecutiva. Na última edição, vitória do Vôlei Nestlé (SP) sobre o Dentil/Praia Clube (MG) (veja todos os campeões abaixo).

TODOS OS CAMPEÕES DA COPA BRASIL FEMININA:   
2007 - Rexona-Ades (RJ), em Brusque (SC)
2008 - Finasa/Osasco (SP), em Curitiba (PR)
2014 - Molico/Nestlé (SP), em Maringá (PR)
2015 - E.C Pinheiros (SP), em Cuiabá (MT)
2016 - Sesc-RJ, em Campinas (SP)
2017 - Sesc-RJ, em Campinas (SP)
2018 - Vôlei Nestlé, em Lages (SC)

EQUIPES:

Itambé Minas – Macris, Bruna, Natália, Gabi, Mara e Carol Gattaz. Líbero – Léia 
Entraram – Geórgia, Bruninha, Malu, Lana, 
Técnico – Stefano Lavarini

Osasco-Audax  – Carol Albuquerque, Hooker, Mari Paraíba, Leyva, Walewska e Nati Martins. Líbero – Camila Brait 
Entraram – Kika, Lorenne, Claudinha, Natasha e Paula Pequeno 
Técnico – Luizomar de Moura

GALERIA DE FOTOS:

http://2018.cbv.com.br/galeria/2118/gramado-rs---copa-brasil-feminina---semifinal---itambe-minas-x-osasco-audax-

COPA BRASIL FEMININA 2019

Quartas de final

22.01 (TERÇA-FEIRA) – Dentil/Praia Clube (MG) 3 x 1 Curitiba Vôlei (PR), às 19h30, no Praia Clube, em Uberlândia (MG) (20/25, 25/22, 25/18 e 25/15)

22.01 (TERÇA-FEIRA) – Minas Tênis Clube (MG) 3 x 1 Fluminense (RJ), às 20h, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) (25/22, 25/17, 22/25 e 25/16)

22.01 (TERÇA-FEIRA) – Hinode Barueri (SP) 1 x 3 Osasco-Audax (SP), ás 19h30, no José Correa, em Barueri (SP) (25/19, 25/19, 25/21 e 25/20)

22.01 (TERÇA-FEIRA) – Sesi Vôlei Bauru (SP) 3 x 2 Sesc RJ, às 19h30, no Ginásio Municipal Neusa Galetti, em Marília (SP) (25/13, 16/25, 25/20, 20/25 e 15/13)

Semifinal

01.02 (SEXTA-FEIRA) – Dentil/Praia Clube 3 x 2 Sesi Vôlei Bauru, às 19h30, no Perinão, em Gramado (RS) – SPORTV 2 (24/26, 25/21, 25/14, 21/25 e 15/11)

01.02 (SEXTA-FEIRA) – Minas Tênis Clube 3 x 1 Osasco-Audax, às 21h30, no Perinão, em Gramado (RS) – SPORTV 2 (25/21, 17/25, 25/22 e 25/16)

Final

02.02 (SÁBADO) – Dentil/Praia Clube (MG) x Minas Tênis Clube (MG), às 21h30, no Perinão, em Gramado (RS) – SPORTV 2

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro


Parceiros Oficiais