Ricardo/Guto e Evandro/Vitor Felipe chegam à semifinal em Espinho

Publicado em: 07/07/2018 18:56
Guto enfrenta bloqueio canadense (Créditos: GettyImage/FIVB)

O Brasil já tem pelo menos uma medalha garantida na etapa quatro estrelas do Circuito Mundial de vôlei de praia 2018 em Espinho (POR). Neste sábado (07.07) Ricardo/Guto (BA/RJ) e Evandro/Vitor Felipe (RJ/PB) venceram os jogos que disputaram e agora vão se enfrentar na semifinal da competição.

Ricardo e Guto entraram em ação três vezes, já que precisaram disputar a repescagem, quando passaram por Evans/Kolinske (EUA) por 2 sets a 0 (21/11 e 21/15). A dupla venceu Doppler/Horst (AUT), nas oitavas, por 2 sets a 1 (21/16, 17/21 e 15/12). Nas quartas de final, eles levaram a melhor sobre O’Gorman/Saxton (CAN) por (22/20 e 21/16). Com a vaga na semifinal assegurada, Guto elogiou o parceiro.

“A experiência de jogar com o Ricardo tem sido incrível. Ele passa uma tranquilidade dentro de quadra absurda, tenho aprendido muito. Hoje tivemos jogos muito difíceis que vencemos com estratégia, e muito em função da experiência do Ricardo. Queria dedicar esta classificação a ele. Amanhã teremos uma dupla brasileira pela frente, ou seja, mais um grande desafio”, contou Guto.

E os adversários na semifinal, que acontece neste domingo (08.07), serão Evandro e Vitor Felipe (RJ/PB). No primeiro jogo que fizeram, pelas oitavas, Evandro e Vitor superaram os mexicanos Juan Virgen e Lombardo Ontiveros por 2 sets a 1 (18/21, 21/16 e 15/11). Nas quartas eles venceram Cherif/Tijan (QAT) por 2 sets a 0 (21/19 e 21/16).

O Brasil ainda contava com Pedro Solberg/Bruno Schmidt (RJ/DF) no torneio. A dupla passou pela repescagem ao vencer Semenov/Leshukov (RUS) por 2 sets a 0 (21/18 e 21/18). No entanto, Pedro e Bruno ficaram nas oitavas quando acabaram superados por O’Gorman/Saxton (CAN) no tiebreak (16/21, 23/21 e 11/15).

A etapa de Espinho é a sétima de nove etapas do nível quatro estrelas do Circuito Mundial. Desde 2017, as competições são classificadas de uma a cinco estrelas de acordo com a pontuação e a premiação que oferecem aos atletas. O torneio é composto por 32 times no masculino e o mesmo número no feminino, rendendo 20 mil dólares aos campeões e 800 pontos no ranking.

Brasileiros ficam na repescagem na Rússia

O Brasil também contou com representantes no torneio uma estrela em Anapa, na Rússia. Neste sábado a dupla Márcio Gaudie e Arthur (RJ/PR) acabou superada na repescagem por Gorbenko/Likholetov (RUS) por 2 sets a 1 (13/21, 21/19 e 12/15).

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro


Parceiros Oficiais