Brasil começa invicto, com três vitórias, em etapa disputada na Suíça

Publicado em: 10/05/2018 11:25
Jogos em Lucerna foram realizados debaixo de chuva e baixas temperaturas (Créditos: Divulgação/FIVB)

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 10.05.2018

O Brasil largou bem na etapa três estrelas de Lucerna, na Suíça, pelo Circuito Mundial de vôlei de praia 2018. As três duplas do país que disputam a competição - Elize Maia/Maria Clara (ES/RJ), Josi/Lili (SC/ES) e Juliana/Andressa (CE/PB) - venceram nesta quinta-feira (10.05), na estreia, e disputarão o primeiro lugar de seus grupos na próxima rodada.

O sistema de disputa acontece com os 32 times de cada naipe divididos em oito grupos de quatro duplas. Os primeiros colocados de cada chave após a fase de grupos vão direto às oitavas de final, enquanto segundos e terceiros colocados disputam a repescagem. Desta fase em diante, a competição segue em formato eliminatório simples.

Semifinalistas na etapa passada, na Turquia, Josi e Lili começaram bem o dia e venceram as norte-americanas Emily Day e Betsi Flint por 2 sets a 0 (21/11, 21/11), em 29 minutos. A bloqueadora Lili analisou a estreia da dupla no grupo A e os jogos em Lucerna, que estão sendo realizados em baixa temperatura, próximos aos 14ºC. Ela e a parceira decidirão a liderança da chave nesta sexta-feira, contra as australianas Clancy e Artacho.

“Enfrentamos muita chuva e frio neste primeiro dia, tivemos que nos adaptar de maneira rápida, a sensibilidade nos dedos, nos toques, fica menor. Vamos nos recuperar agora na sauna, descansar e estudar a dupla australiana, aproveitando que teremos um dia de descanso. Vencemos uma dupla norte-americana, que é tradicional, agora vamos manter o foco em busca da vaga nas oitavas de final”, analisou Lili.

Elize Maia e Maria Clara também saíram com vitória na competição, tendo superado nesta quinta as tailandesas Hongpak e Numwong por 2 sets a 0 (21/12, 21/17), em 34 minutos de jogo. Na próxima partida pelo grupo G, valendo a liderança e vaga nas oitavas de final, enfrentarão as norte-americanas Lane Carico e Lara Dykstra, nesta sexta.

Fechando a boa estreia brasileira, Juliana e Andressa superaram as japonesas Azusa Futami e Akiko Hasegawa por 2 sets a 0 (21/14, 26/24), em 45 minutos, pelo grupo D. A parceria, que veio do classificatório, decidirá a liderança em duelo contra as holandesas Joy Stubbe e Marleen Van Iersel, nesta sexta-feira. A medalhista olímpica brasileira comentou sobre a parceria com a jovem paraibana, campeã mundial Sub-19.

“Minha missão é ajudá-la a evoluir e atingir um alto nível no futuro. Estou fazendo isso pelo meu país e por ela. Nós queremos nos aproximar dos melhores times do e do mundo, mas é um longo caminho até lá. Temos que trabalhar e treinar duro, mas acredito nisso. Tudo que pensamos é em crescer e melhorar com nossos erros, acreditamos uma na outra e sempre conversamos para saber como podemos jogar melhor juntas. Ela aceita o que eu digo, e eu aceito o que ela diz", contou Juliana ao site da FIVB.

Lucerna receberá um evento do Circuito Mundial pela terceira vez, tendo recebido uma etapa em 2015, além do Mundial Sub-21 em 2016, quando o Brasil conquistou o ouro com Duda/Ana Patrícia (SE/MG) e George/Arthur Lanci (PB/PR). Ao todo porém, o país já sediou mais de 30 etapas do tour internacional de vôlei de praia em cidades como Gstaad, Jona e Lausana.

O torneio na Suíça é do nível três estrelas e rende aos times campeões 600 pontos no ranking geral, além de uma premiação de cerca de R$ 34 mil. Ao todo são distribuídos cerca de R$ 250 mil para as duplas que disputam a competição. Até agora o Brasil soma sete medalhas no Circuito, sendo duas de ouro, quatro pratas e um bronze.

VEJA TODOS OS RESULTADOS DO DIA
http://worldtour.2018.fivb.com/en/wluc2018/women/results/maindraw

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro


Parceiros Oficiais