Juliana e Andressa vencem e avançam à fase de grupos em etapa da Suíça

Publicado em: 09/05/2018 15:53
Andressa vibra com ponto durante etapa de Lucerna (Créditos: Divulgação/FIVB)

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) – 09.05.2018

O Brasil terá força máxima na etapa três estrelas de Lucerna, na Suíça, pelo Circuito Mundial de vôlei de praia 2018. Juliana e Andressa (CE/PB) venceram nesta quarta-feira (09.05) as polonesas Agata Ceynowa e Martyna Kloda por 2 sets a 0 (21/19, 21/12), em 34 minutos de duração, em partida válida pelo classificatório. O torneio ocorre até o próximo domingo (13.05).

Com a vitória, Juliana e Andressa se juntam a Elize Maia/Maria Clara (ES/RJ) e Josi/Lili (SC/ES), que já estavam garantidas na fase de grupos do torneio pela colocação no ranking de entradas. As três representantes brasileiras na competição entram em quadra nesta quinta-feira. O Brasil não terá duplas no naipe masculino nesta etapa. Andressa analisou a vitória.

“Estamos muito felizes com essa vitória, tivemos capacidade de manter o foco alto e superar as polonesas. Na etapa de Mersin acabamos caindo nesta fase, é sempre um jogo tenso, complicado. Conseguimos nos recuperar para que nesta etapa viéssemos mais fortes, vamos buscar agora uma boa campanha na fase principal do torneio”, disse.

Juliana e Andressa estão no grupo D e encaram na estreia as japonesas Futami e Hasegawa. Completam a chave as holandesas Van Iersel e Stubbe e as norueguesas Kjolberg/Hjortland. Josi e Lili estão na chave A, enfrentando na estreia as norte-americanas Flint e Emily Day. Também compõe o grupo as australianas Clancy e Artacho e as suíças Böbner/Vergé-Dépré, que jogarão em casa.

Elize Maia e Maria Clara encaram pelo grupo G as tailandesas Numwong/Hongpak. As canadenses Pischke/Broder e as norte-americanas Lane/Dykstra completam a chave.

O sistema de disputa acontece com os 32 times de cada naipe divididos em oito grupos de quatro duplas. Os primeiros colocados de cada chave após a fase de grupos vão direto às oitavas de final, enquanto segundos e terceiros disputam a repescagem. Desta fase em diante, a competição segue em formato eliminatório simples.

Lucerna receberá um evento do Circuito Mundial pela terceira vez, tendo recebido uma etapa em 2015, além do Mundial Sub-21 em 2016, quando o Brasil conquistou o ouro com Duda/Ana Patrícia (SE/MG) e George/Arthur Lanci (PB/PR). Ao todo porém, o país já sediou mais de 30 etapas do tour internacional de vôlei de praia em cidades como Gstaad, Jona e Lausana.

O torneio na Suíça é do nível três estrelas e rende aos times campeões 600 pontos no ranking geral, além de uma premiação de cerca de R$ 34 mil. Ao todo são distribuídos cerca de R$ 250 mil para as duplas que disputam a competição. Até agora o Brasil soma sete medalhas no Circuito, sendo duas de ouro, quatro pratas e um bronze.

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro


Parceiros Oficiais