Rexona-Sesc fica com vice-campeonato do Mundial feminino de clubes

Publicado em: 14/05/2017 11:05
Rexona-Sesc durante a cerimônia de premiação (Créditos: Divulgação/FIVB)

O Rexona-Sesc (RJ) ficou com a medalha de prata no Mundial feminino de clubes. Na manhã deste domingo (14.05), a equipe comandada pelo treinador Bernardinho foi superada na decisão pelo VakifBank, da Turquia, por 3 sets a 0 (25/19, 25/21 e 25/21), em Kobe, no Japão. O Volero Zurich, da Suíça, terminou com a medalha de bronze. Outra equipe brasileira na competição, o Vôlei Nestlé (SP) foi o sexto colocado. 

Na decisão destaque para a ponteira chinesa Zhu, do time turco, maior pontuadora da final, com 19 acertos. Pelo lado das brasileiras destaque para a oposta Monique, com 10 pontos. 

Na premiação das melhores jogadoras do Mundial de Clubes, a ponteira Gabi, do Rexona-Sesc, foi eleita uma das melhores ponteiras da competição. O prêmio de MVP ficou com a ponteira chinesa Zhu, do VafkBank. 

A líbero Fabi, do Rexona-Sesc, lamentou a derrota, mas fez questão de ressaltar a boa campanha das cariocas na competição.

"Ficamos muito felizes pela forma como jogamos essa competição, de igual para igual com verdadeiras seleções mundiais e chegando a uma decisão. Particularmente hoje, acredito que poderíamos ter jogado um pouco melhor, ter lutado mais, ter sido mais igual, mas sabemos da qualidade da equipe do Vakifbank, que possui uma verdadeira seleção mundial, formada por jogadoras que são referências em seus países. Sem dúvida isso faz delas o melhor time do mundo, de fato”, analisou Fabi.

Vôlei Nestlé termina em sexto lugar 

O Vôlei Nestlé terminou a participação no Mundial feminino de clubes em sexto lugar. A equipe de Osasco foi superada pelo Dinamo Moscou, da Rússia, por 3 sets a 1 (22/25, 25/19, 27/25 e 25/18), na disputa pelo quinto posto. A oposta Goncharova do time russo foi a maior pontuadora do confronto, com 32 pontos. No grupo do treinador Luizomar de Moura destaques para a central Bia, com 23 acertos, e a oposta Bjelica, com 16 pontos.

O técnico Luizomar resumiu a participação da equipe no Japão. "O campeonato reuniu as melhores equipes do mundo. Jogadoras fortes, que carregam as suas seleções. Lógico que não ficamos satisfeitos com o resultado final. Tivemos três jogos contra equipes europeias e mostramos bons momentos, mas que não foram suficientes para que saíssemos com a vitória", disse Luizomar de Moura. 

Confira a seleção do campeonato:

MVP: Ting Zhu (VakifBank)
Melhores ponteiras: Ting Zhu (VakifBank) e Gabi (Rexona)
Melhores centrais: Poljak (Dínamo Moscou) e Akman (VakifBank)
Melhor líbero: Popovic (Volero Zurich)
Melhor levantadora: Yamaguchi (NEC Red Rockets)
Melhor oposta: Boskovic (Eczacibasi)

Classificação final: 

1º VakifBank (Turquia)
2º Rexona-Sesc (Brasil) 
3º Volero Zurich (Suíça) 
4º Eczacibasi Istanbul (Turquia)
5º Dinamo Moscou (Rússia) 
6º Vôlei Nestlé (Brasil) 
7º Nec Red Rockets (Japão)
8º Hisamitsu Springs (Japão)

Tabela do Mundial de Clubes

Primeira fase – Grupo A: 

09/05 – 7h – Rexona-Sesc 3 x 1 Hisamitsu Springs (Japão) (25/16, 20/25, 25/16 e 25/21)
10/05 – 0h45 – Rexona-Sesc 1 x 3 Vakifbank (Turquia) (17/25, 15/25, 25/20 e 15/25) 
11/05 – 21h30 – Rexona-Sesc 3 x 1 Dínamo Moscou (Rússia) (25/23, 23/25, 25/23 e 25/23) 

Primeira fase - Grupo B:

09/05 - 3h30 - Vôlei Nestlé 3 x 0 Nec Red Rockets (Japão) (25/11, 25/17 e 25/19) 
09/05 - 22h - Vôlei Nestlé 1 x 3 Eczacibasi Istanbul (Turquia) (21/25, 25/20, 16/25 e 13/25)
12/05 - 0h - Vôlei Nestlé 0 x 3 Volero Zurich (Suíça) (25/27, 22/25 e 18/25)

Semifinais:

13/05 – 3h40 – Volero Zurich (Suiça) 1 x 3 Rexona-Sesc (RJ) (13/25, 16/25, 25/21 e 24/26)
13/05 – VakifBank (Turquia) 3 x 1 Eczacibasi Istanbul (Turquia) (25/20, 25/23, 23/25 e 25/22)

Finais:

14/05 - 2h40 – Volero Zurich (Suíça) 3 x 2 Eczacibasi Istanbul (Turquia)
14/05 - 7h10 – Rexona-Sesc (RJ) 0 x 3 VakifBank (Turquia) (19/25, 21/25 e 21/25)

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro
 


Parceiros Oficiais