Liga das Nações 2018 - Confederação Brasileira de Vôlei

Brasil vence Holanda e está na semifinal

Publicado em: 28/06/2018 13:31

A seleção brasileira feminina de vôlei está na semifinal da Liga das Nações 2018. Nesta quinta-feira (28.06), a equipe do treinador José Roberto Guimarães estreou na Fase Final com vitória sobre a Holanda por 3 sets a 0 (25/16, 25/17 e 25/23), no Nanjing Olympic Sports Centre, em Nanjing, na China.

O Brasil voltará à quadra às 9h30 (Horário de Brasília) para duelar com a China pelo primeiro lugar do grupo A. O SporTV 2 transmitirá ao vivo. Como as chinesas venceram as holandesas por 3 sets a 1 no primeiro dia de jogos, Brasil e China já se garantiram nas semifinais. A Holanda não tem mais chances na competição.

Pelo grupo B, a Turquia venceu, nesta quinta-feira, a Sérvia por 3 sets a 2 (20/25, 25/21, 25/18, 19/25 e 16/14). No primeiro dia de jogos, os Estados Unidos superaram as turcas por 3 sets a 2. Desta forma, as três equipes seguem com chances de classificação para as semifinais. O duelo desta sexta-feira entre Estados Unidos e Sérvia definirá os dois semifinalistas do grupo.

Na Fase Final, as cinco seleções melhores classificadas na etapa classificatória (Estados Unidos, Sérvia, Brasil, Holanda e Turquia) e a China (país sede) foram divididas em dois grupos de três. O grupo A é formado por Brasil, Holanda e China enquanto a chave B tem Estados Unidos, Sérvia e Turquia. As equipes se enfrentarão dentro dos seus grupos e as duas mais bem classificadas avançarão às semifinais.

A oposta Tandara foi a maior pontuadora do confronto, com 17 pontos. A ponteira Gabi, com 14 e a central Bia, com 10, também pontuaram bem pelo time verde e amarelo. A central Adenízia também se destacou com nove pontos sendo seis de bloqueio. Pelo lado da Holanda, a oposta Sloetjes marcou 15 pontos.

A ponteira Gabi, que pela primeira vez jogou três sets seguidos na competição, comentou sobre a atuação das brasileiras no duelo contra a Holanda.

“Estou muito feliz por ter conseguido jogar a partida inteira. Ainda preciso diminuir um pouco os erros, mas não tive dores durante todo o jogo. A equipe jogou muito bem e com confiança. Sabíamos que essa partida era fundamental pela possibilidade de nos colocar na semifinal. Esse primeiro passo na Fase Final foi muito importante”, disse Gabi, que ainda falou sobre sua recuperação física.

“A preparação do Zé e da comissão técnica foi muito bem pensada para eu chegar bem nessa Fase Final. Algumas vezes eu queria jogar mais e eles me seguravam e falavam: “no momento certo você vai nos ajudar ainda mais” e foi isso que aconteceu, mas ainda tem muito campeonato pela frente e agora é seguir focada”, explicou Gabi.

 A ponteira ainda fez uma análise sobre o próximo adversário das brasileiras na competição.

“A China é a grande favorita. Elas estão jogando em casa e terão o apoio da torcida. A Zhu na minha opinião é a melhor jogadora do mundo e a Lang Ping uma grande treinadora que arma muito bem o time. Esperamos fazer uma excelente partida”, afirmou Gabi.

O treinador José Roberto Guimarães parabenizou o grupo brasileiro pela atuação contra a Holanda.

“Estou orgulhoso da maneira que o time se comportou na partida contra a Holanda. Jogamos bem em quase todos os fundamentos. A Liga das Nações está sendo uma longa jornada. Essa é a sétima semana sem voltar para casa. Todos estão trabalhando duro diariamente. A energia desse time continua incrível”, analisou José Roberto Guimarães.

O JOGO

O Brasil começou melhor a parcial e fez 8/6. Bem no saque e nos contra-ataques, o time verde e amarelo abriu cinco pontos (12/7). A equipe do treinador José Roberto Guimarães foi para o segundo tempo técnico vencendo por 16/10. Com um ponto de saque da ponteira Gabi, as brasileiras fizeram 18/11. O Brasil dominou a parcial até o final e venceu o primeiro set por 25/16.

Bem no saque, o time verde e amarelo manteve o bom momento no início do segundo set e fez 7/4. Gabi se destacava no ataque e as brasileiras fizeram 10/5. Neste momento, o treinador da Holanda, Jamie Morrison, pediu tempo. Depois de um longo rally, as brasileiras fizeram 12/8. Com um ponto de saque da ponteira Gabi, o Brasil foi para o segundo tempo técnico com seis de vantagem (16/10). A equipe do treinador José Roberto Guimarães seguiu melhor até o final e venceu o segundo set por 25/17.

O Brasil fez os cinco primeiros pontos do terceiro set. O time verde e amarelo foi para o primeiro tempo técnico com dois de vantagem (8/6). Com um ponto de saque de Amanda, a vantagem no marcador subiu para quatro pontos (11/7). A Holanda diminuiu a vantagem no marcador para dois pontos (15/13) e o treinador José Roberto Guimarães pediu tempo. O Brasil segurou a reação da Holanda no final da parcial e venceu o set por 25/23 e o jogo por 3 sets a 0.

EQUIPES:

BRASIL – Roberta, Tandara, Amanda, Gabi, Adenízia e Bia. Líbero – Suelen. 
Entraram – Jaqueline, Monique, Macris, Carol 
Técnico – José Roberto Guimarães 

HOLANDA – Dijkema, Sloetjes, Buijs, Maret, Belien e Lohus. Líbero – Knip 
Entraram – Plak, Koolhaas, Jasper, Bongaerts e Daalderop
Técnico – Jamie Morrison

GALERIA DE FOTOS: 

http://www.volleyball.world/en/women/schedule/8920-brazil-netherlands/post#mediaGallery

LIGA DAS NAÇÕES FEMININA

1ª semana:

Barueri (SP)

15.05 – Brasil 1 x 3 Alemanha (25/15, 22/25, 18/25 e 20/25)

16.05 – Brasil 3 x 1 Japão (22/25, 25/18, 25/23 e 25/11)

17.05 – Brasil 3 x 1 Sérvia (23/25, 25/22, 25/14 e 25/21)

2ª semana:

Ancara (Turquia)

22.05 – Brasil 3 x 1 Turquia (25/17, 25/19, 23/25 e 25/21) 

23.05 – Brasil 3 x 0 Argentina (25/9, 25/21 e 25/14)

24.05 – Brasil 3x 0 República Dominicana (25/20, 25/10 e 25/13)

3ª semana:

Apeldoorn (Holanda)

29.05 – Brasil 3 x 1 Coréia do Sul (25/11, 25/14, 31/33 e 25/20)

30.05 – Brasil 3 x 0 Polônia (25/20, 25/20 e 25/23)

31.05 – Brasil 3 x 1 Holanda (25/23, 26/24, 13/25 e 25/22)

4ª semana:

Jiangmen (China)

05.06 – Brasil 3 x 2 China (19/25, 25/23, 27/25, 10/25 e 16/14)

06.06 – Brasil 1 x 3 Estados Unidos (23/25, 28/26, 21/25 e 18/25)

07.06 – Brasil 3 x 2 Rússia (15/25, 25/21, 25/20, 19/25 e 17/15)

5ª semana:

Eboli (Itália)

12.06 – Brasil 3 x 1 Bélgica (25/15, 25/14, 21/25 e 25/23)

13.06 – Brasil 3 x 1 Tailândia (25/16, 25/22, 18/25 e 25/13)

14.06 – Brasil 2 x 3 Itália (25/22, 20/25, 25/17, 19/25 e 12/15)

FASE FINAL

Nanjing (China)

28.06 – Brasil 3 x 0 Holanda (25/16, 25/17 e 25/23)

29.06 – Brasil x China – 9h30 – SporTV 2

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do vôlei brasileiro


Parceiros Oficiais